Asset%201%402x

António Loja Neves esteve sempre nos caminhos dos cineclubes, dos festivais e dos filmes que fazem a memória da nossa cinefilia. Em português (nos dois lados do Atlântico), ou em crioulo (de Cabo Verde), sempre soube construir palavras que passaram do cinema à poesia, das longas e motivantes conversas ao prazer de redescobrir sábias memórias. O seu mais profundo mergulho acabaria por ser no cinema dos PALOP (Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa). Com ele desenvolveu intensa programação e divulgação, em Portugal, Brasil e Moçambique. As Mostras e festivais que tinham sempre o seu cunho, por vezes quase inflamado, numa procura de identidade e conjugação de contextos que sempre o marcaram. A Federação Portuguesa de Cineclubes, da qual António Loja Neves foi sócio-fundador, pretende assim dar a continuidade merecida ao seu trabalho de promoção da cinefilia dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa no espaço do cineclubismo nacional.

Notícias

Entrega do 1.º Prémio

A Federação Portuguesa de Cineclubes (FPCC), em co-produção com a Medeia Filmes, apresenta no próximo dia 18 de Setembro...

Filmes Nomeados (2019)

O Prémio António Loja Neves, promovido pela FPCC – Federação Portuguesa de Cineclubes, tem como propósitos a promoção do...

Inscrições

Estão abertas as inscrições para o Prémio António Loja Neves. Estas decorrem na plataforma FilmFreeWay. Consulte o Regulamento...

Apresentação

António Loja Neves esteve sempre nos caminhos dos cineclubes, dos festivais e dos filmes que fazem a memória da nossa cinefilia....